Seguidores

sexta-feira, fevereiro 17, 2006

TEMPO SEM JEITO



TEMPO SEM JEITO

É CONTRÁRIO DO MEDO
QUE CAUSA MUDANÇA DE TEMPO
DE ESPAÇO E NO ESPAÇO SE LANÇA
SE LANÇA COM JEITO, DO JEITO DE AÇO
DO AÇO SEM JEITO.

MUDANÇA DE TERMO
SEM CONSERTO, ARREMESSO AO ERMO
SEM VERMOS...
SENTIR O CONTRÁRIO, O CONTRÁRIO DO MEDO
NO FUNDO DO AVESSO

ENCONTRAR O PERFEITO
PERDENDO O CONTEXTO, DO TEXTO
DO VERBO, SEM NEXO
SEM ELO, COM ZELO .

COMO O VERSO DO REVERSO
REVERSO QUE É AVESSO
DO AVESSO CRIADO,
CRIADO AO ACASO
ACASO DO NADA E DO NADA
ENTONTEÇO!

POR ALGO PERDIDO
NO CAMINHO TOMADO
TORNADO POSSÍVEL
POSSÍVEL IMPROVÁVEL
PROVÁVEL SEGREDO,
ENREDO, ENLEVO, SOBERBO
MORRE A ESPERANÇA
FICA A LEMBRANÇA
DO QUE FOI, DO QUE SERIA
E SE PODIA, DO QUERER
QUE É INCERTO

EU APENAS DIRIA
SENTIA, SABIA
PODIA, VIVIA
OU MORRIA
MORRIA DE MEDO
DO MEDO DO AVESSO
AVESSO DO TEMPO
DO TEMPO SEM JEITO
DO JEITO DE SER, DO SER QUE EU SEI
QUE AINDA NÃO SOU
MAS QUE UM DIA SEREI

4 comentários:

Anônimo disse...

Adorei, acho você dez tudo que escreves tenho muita inveja, mas é tão lindo tudo que tudo se torna mais fácil para nós enterdermos um pouco da diferença,diferença de palavras mas não de pensamentos só que não consigo me espressar como você nem falando quanto mais escrevendo.

Beijos minha querida irmã

Iris Cabral

Anônimo disse...

Assim espero em Deus, que Seja assim. Acreditando que Nada acontece por acaso, tenho esperança ,sou movida a ela ,que um dia será sim, para eu também ser! Minha linda irmã!

PS. de poeta nao falta nada voce chegou no limiar no fino trato da literutura , que diria nosso avô , hein!

Inára

Manoel Jr disse...

Tempo: eis o mais implacável dos mistérios a que estamos sujeitos nesta vida!

Belo poema, Ysolda... continue assim!

Bjos!

Miralda disse...

Não sabia que tinhas + esse dom. Tens belos poemas escritos. Já pensou em lançar um livro?