Seguidores

terça-feira, novembro 22, 2005

DANADA DA VIDA


DANADA DA VIDA

Hoje estou danada da vida! E quando estou assim é melhor não chegar perto! Que droga é essa de vida que achamos que levamos, quando é ela que nos leva para onde bem quer e entende? Hoje não tenho ilusões, nem sonhos e nem objetivos de que adiantaria?

De que serve todas as experiências, ciências, querências, reticências, eloqüências?

Tudo continua de qualquer jeito do mesmo jeito, sem direção e sem rumo! Resolvi que vou encará-la da forma que ela, a poderosa vida, literalmente espera: NÃO FAZENDO MAIS NADA, SÓ PARA CONTRARIÁ-LA. Vou deixar correr e ver o que acontece.

É que hoje estou danada da vida!

Estou sim! Posso sentir com todas as forças!

E se eu estivesse em pé de igualdade com ela, cara a cara, olho no olho, poderosa, solta, plena e absoluta, daí eu diria: Vai encarar?
Pois que venha!

Venha! Estou pronta para lhe dizer que não adianta querer me levar por ali, pois só vou por onde eu quiser ir. Não adianta me dizer o que é certo ou errado. Tudo é questão de interpretação, de situação, de liberação, de evolução, de constatação e de eliminação. Isto me serve e isto não! Isto é questão de:
E S C O L H A!

E, quando ela quisesse impor a sua vontade, eu diria; NÃO!

Não vou sofrer agora,
Não vou chorar agora,
Não vou deitar agora,
Não vou caminhar agora,
Não vou falar agora,
Não vou morrer agora,
Agora não é hora!

A hora quem vai regular sou eu!
Eu, Senhora do meu destino.
De todos os relógios, biológicos, óticos e óbvios,
Senhora do meu caminho,
Senhora do meu coração,
Senhora da minha querência.

É que hoje estou danada da vida!

Então posso tudo:

Posso não fazer nada,
Posso não falar nada,
Posso não querer nada,
Ou
Posso querer tudo...
Dançar um iê iê iê... Uma valsa... Um Tango...
Pagode, não! É muita ação e hoje estou sem noção.
É questão de ritmo e não de discriminação

Sou mais que canção... Sou Ação!

Posso até voar, se eu quiser. Ou não!

É que hoje, especialmente hoje:

ESTOU, APENAS, DANADA DA VIDA!

5 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom hehehe... voce hoje tá que tá. Mas tá certo! Não tá errada naõ! Deus permite que sejamos donos do nosso nariz. Engraçado é que pensei que voce sempre em todos os tempos tivesse e fosse assim: dona do seu nariz. E fez eu me lembrar de um querido escritor Richard Back , onde ele diz "longe é um lugar que não existe"!

Beijos minha irmã!

Inara

Anônimo disse...

NÃO gosto de ver a senhora assim,não mesmo.
O importante da vida é ser feliz,temso tão pouco tempo,temso que aproveitar cada minuto,deixar as tristezas ,mágos,raivas de lado,porque isso não leva à nada.
e ser feliz,porque a senhora é lina,tem uma filha linda,tem EU \o que te ama muito,tem uma fámilia.
Tem tudo pra ser feliz,por isso quero ver a senhora assim viu?
Próx. texto quero um bem felizzz.\o

Amo demais a senhora.saudades =/.
Grande beiiiijo.

Mas,o texto ficou ótimooo.


*Larissa Lima.

Anônimo disse...

vixe ela ta com macaca!!!
Cristina Cisneiros

Manoel Jr disse...

É, realmente a vida, às vezes, se mostra um tanto quanto ingrata com a gente. Não sei as razões para você estar desse jeito, no entanto entendo o fato de você estar desse jeito, visto que inúmeras vezes também já me senti assim.

Apenas acredite que você é mais forte que qualquer obstáculo. E, de fato, você é! Você não pode deixar que o acaso te comande... e lembre-se que, como dizia Churchill, "o sucesso é você ir de fracasso em fracasso sem perder o entusiasmo!".

Um forte abraço!

Rodolfo Vasconcellos disse...

És uma "danada" mesmo. Gosto muito do que escreves. Entre os iês, iês, iês, tangos, lambadas e valsas, lembrei dos boleros, de um em particular: Perfume de Gardênia, na voz do bigodudo Bievenido Granda...