Seguidores

quarta-feira, março 22, 2006

ENQUANTO HOUVER LUA E SOL


Enquanto Houver Lua e Sol
(Publicado no Jornal Vanguarda em 21 de outubro de 1984)

A gente nasce, cresce no tamanho e estaciona. Por dentro, a cada dia, observamos que continuamos a crescer. Passamos da infância para a adolescência e desta para maturidade e, quando chegamos à maturidade percebemos que somos tremendamente infantis, adotando, às vezes, comportamentos tão bobos, que nem na infância ou adolescência chegamos a assumi-los.

De repente, nos vemos velhos por fora e por dentro estamos apenas engatinhando. É UM CHOQUE! – Muitos começam a freqüentar academias de ginásticas, pintar os cabelos, tirar as rugas daqui e dali juntar-se a rodinhas de boy´s e cocotas. Andar de bicicletas, motos e nos pisantes, um tênis. Na cabeça de ralos cabelos, OS SONHOS. No estômago porções para rejuvenescimento, afrodisíacos, iogurtes e má digestão. Nos gestos, a esperança vã dos dias voltarem.

Já para outros, este estágio serve, para aprimoramento do seu EU mais profundo. È um despertar consciente e adulto da necessidade de se colocar a vida no lugar e isto, se o tempo for suficiente e favorável...

Bom mesmo é quando este despertar ocorre cedo. As probabilidades de chances para um crescimento espiritual, capaz de lhe colocar acima dos píncaros do mundo, são maiores. É quando você pensa em DEUS e sente o quanto sua bagagem é pobre para a “viagem” que você tem que fazer, e lamenta as oportunidades perdidas. Procurar Padre? Pastor? Espíritas? Analistas? NÃO. Procurar você mesmo e tentar se encontrar.

Garanto que não é nada fácil; é mais difícil do que se pensa e o pior é que às vezes vem o desespero, a agonia e o medo de que sua bagagem não tenha absolutamente nada para oferecer em retribuição a Quem lhe deu o maior presente: A VIDA.

7 comentários:

Anônimo disse...

Haverá lua e sol
Escuro e arrebol
Dia e noite
Afago e açoite
Sadio e doente
E, como nós, gente.
Beijin, do seu amigo
Que nunca será inimigo,
Sóstenes

Anônimo disse...

Parabéns!
Não é de agora que você tem esse talento incrível. Não se esqueça de mim quando divulgar suas mensagens.
Um forte abraço,
Augusto Pinto

Anônimo disse...

É muit oportuno ,porque acho que atualmente as pessoas estao cada vez mais perdidadas procurando um caminho ou o caminho. É salutar qd se descobre ha tempo e passa da puberdade mal vivida e saborea a maturidade com todo seu explendor como um vinho depurado para se desgustar no seu melhor sabor e assim continuar a trilhar o caminho da evoluçao como deixou dito pelo nosso Criador . A Vida

Bjos minha especial irmã ( mais atual impossível)

Inára

Anônimo disse...

Minha linda, quase filha, irmã mais meiga e maravilhosa do mundo Dilça Inára Lira Cabral, que tanto amo e admiro,

Você que é mais que especial é tudo de melhor que temos. Adoro seus comentários e impressões sobre as bobagens que escrevo, muitas vezes, sem sentido até para mim. Mesmo assim, "detono" aqui neste blogger e fico louca de ansiedade esperando ler o seu comentário para que eu entenda o que escrevi, pois você me conta com a maior clareza e assim, compreendo tudinho, tudinho bem direitinho. hahahahaha
Você d++++++++++ MESMO

Sensibilidade autêntica é coisa rara e bondade também. Estas características fazem de você uma pessoa ÚNICA neste mundo de meu Deus.
Amo você minha irmã. Você é tudo de BOM

Ysolda de Lira Cabral Albuquerque

Anônimo disse...

Nossa que explosão de BONDADE!!!Não esperava nem tao pouco imaginava tamanha declaraçao. !!!Somos somente Ysolda ,o que podemos ser. É que Acho que tem que ser nossa obrigaçao diante da Vida. E o mínimo , diante de tanta beleza que nos cerca que Deus nos dá, sim, deixou tb em nós em porçoes mágicas que está dentro de Voce!!!

Obrigada e que Deus sempre lhe abençoe minha irmã querida!!!

PARA VARIAR CHOREI!!!

Inara

Anônimo disse...

Parabéns, por tudo q escreveu e escreve, em linha vc com muita virtude mostra a realidade e faz com que os leitores reflita... vc não sabe o quanto isso é importante pq vc tem uma bondade ao escrever.

fatima disse...

É por essas e eutras que te admiro tanto!!!!!!!!!!! Quantas verdades..
que muitas vezes nos passam desapercebidas...
a sua sensibilidade é demais;
você deveria começar a pensar em editar tudo isto!
amei!!!!!!!! beijos!!!!!!!!!!
Fátima