Seguidores

quarta-feira, outubro 18, 2006

PALAVRA DADA TEM QUE SER HONRADA


PALAVRA DADA TEM QUE SER HONRADA


Para mim não há jeito. Sou mesmo um caso perdido. Volta e meia estou entrando em cada confusão! É que sou levada por impulso, na base do "repente", e, aí, tenho que agüentar as conseqüências sem reclamar, mesmo que essas conseqüências me tragam dores físicas, tenho que agüentar caladinha da "sil- v- a- vá "

Bom: há pouco menos de um mês resolvi consentir que minha filha colocasse um piercing. Não foi uma decisão fácil. Tivemos várias conversas, inclusive, com seu médico sobre este modismo, suas inconveniências e conseqüências, e, para minha surpresa, o médico disse ser totalmente favorável ao respectivo adorno.

Lá fomos nós providenciarmos a aplicação do dito cujo. Ao chegarmos no local indicado por amigos como excelente para esta finalidade, o profissional que veio nos atender me deixou encafifada. Tratava-se de um rapaz que escondia sua boa aparência atrás de uma barbicha (tipo cavanhaque). Claro que cheio de piercing. Um, pontiagudo, me fez pensar se não o impedia de beijar sua garota, pois sua localização era entre a barbicha e o lábio.

Pronto!!! Comecei a meter os pés pelas mãos... Não havia pensado e sim perguntado.

Ele, educado, simpático e muito paciente me respondeu que sua esposa adorava seus beijinhos... Eu fiquei pasma e logo imaginei como poderia duas bocas juntar-se com àquilo no meio. Credo!!!

Percebi que eu estava puxando meu lábio inferior e olhando o dele. Foi quando se achegou mais próximo e puxou o seu lábio para que eu olhasse como era atarraxado o piercing por dentro de sua boca. Fiz uma cara tão grande de dor que ele deu uma sonora risada. Foi então que cismou que eu deveria colocar um também. No nariz, na orelha ... Disse que ficaria super "irado".

Falei: “oxente” rapaz, me respeite!!!

Pensei partir imediatamente pra briga. Entretanto, controlei-me, respirei fundo e devia ter parado por ali. Mais não!!! Eu tinha que continuar... E, ao invés de me ater no competente profissional que ele era, fiquei a implicar com sua barbicha a qual, segundo ele, era sua marca, seu estilo. Não sei se entendi bem, mas...

Parecendo ler meu pensamento, resolveu desviar minha atenção voltando, com toda "carga" a conversa de me colocar um piercing.

- Foi demais!!! Não podia deixar aquilo barato, não!
- De jeito nenhum!!!

Ataquei, sem pestanejar:

- Escuta aqui, ô rapaz! Se você tirar esta barbicha horrorosa e me prometer nunca mais usar, COLOCO UM PIERCING NA ORELHA.

Pronto! Estava ganha a questão!!! Queria mesmo ver se ele iria continuar com aquela conversa de me por um piercing!

- Claro que ele não abriria mão de sua “marca, seu estilo"!!!!

Ele parou a aplicação que fazia em minha filha, a qual se divertia com o nosso "duelo", olhou firme para mim e disse: TÁ FECHADO! Daqui a 15 dias, na revisão do piercing de sua filha, eu estarei sem a barba e vou furar sua orelha.

Ele só podia estar de brincadeira e nem me preocupei. Fechei o pacto!

Exatamente quinze dias depois, o telefone de minha casa chama, minha filha atende e vem me avisar que o moço do piercing estava a minha espera.

- E agora?
- Palavra dada tem que ser honrada!

Lá fui eu para o sacrifício. No fundo tinha esperança de ser liberada. Ledo engano!

Mal botei os pés na loja Ghetto, do Shopping Center Recife, alguém gritou “ELA CHEGOU"!

O meu "carrasco" estava furando a garotada que havia chegado antes de mim. Então resolvi ir dar uma voltinha. Duas horas depois retornei. A loja continuava cheia. Percebi que muitos estavam ali aguardando o desfecho.

Não havia jeito. Eu tinha que encarar!

Como última tentativa perguntei se ele não me liberaria da palavra empenhada, do acordo feito, da BURRICE ATESTADA... Ele, com a cara literalmente lisa (sem um pêlo se quer) sem contemplação e sem piedade disse: NÃO!

Muito bem, Sr. EDUARDO SABACK!

Cá estou com a orelha mais enfeitada que Lapinha, doendo pra danar e me prometendo nunca mais me meter nem com barbicha de bode.

- Mas que estou me achando "maneira”... Lá isto estou!

Ai, ai, ai que dor!!!


20 comentários:

Anônimo disse...

kekekekeke amiga maravilhoso o conto verdadeiro....estou em gargalhadas querida...só você mesmo, gostaria muito de ter presenciado isso pessoalmente, amei minha poeta maravilhosa, aliás tudo que tem no seu album eu estou encantada e admirada com tanto beleza, agora fica ai sentindo dor hahahahahaha beijso amada fantástica colocações adorei tudo
Bey Cerqueira

Anônimo disse...

Kekekekekekekekek,Ysolda...tu tá maneiríssima,irada,hiper e super pra frente miga...penseee no poder,e aquele MICO do Blogger tá D+ kekekekekekekek,só vc viu...não parei de rir,mesmo já tendo visto ontem,mas hj tá O BICHO mesmo,digamos que IRADOOOO kekekekekekee.
Xerimmmm na orelinhaaaa

Marilene disse...

Sabe, amiga...eu tb acho, apesar do mico, que...uma vez feito o pacto, "PALAVRA DADA TEM QUE SER HONRADA"!Tenho certeza, que vc não entrará mais em nenhuma confusão!rs...Tô certa?!

Beijos,

Marilene

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk³²
tia... acabei de r no teu blog e NAO ACREDITO.! ;o
hauahuahauahua... que loucura de aposta foi essa? ;p
e a senhora jurandoooo que o menino ia deixar passar em branco hen?! heueheue
quero ver fotos dpois viu?!!!!!

Giovana

Anônimo disse...

KKKKKKKKKK
Adorei sua história,gostaria
de ver como ficou sua orelha.
Espero que linda.
BJSSSSSSSSSSSSS

Anônimo disse...

Que massa o blog! E a história, óooooooooootima!!!! Preciso ver de perto o motivo do desafio; assim como estou curiosa para conhecer o tal que aceitou o desafio. rsrsrsrsrsrsrsrs Muito bom...

Jack

Anônimo disse...

hahahahahahahahahahaha ADOREI a historia...mas to esperando mesmo pra ver é O PIERCING!!! Chegando ai vou correndo na tua sala so pra ver isso!!
Themis

Anônimo disse...

Maneiro ele deve estar se sentindo,hahah e leve pelo jeito depois da ausencia digamos da barbicha... que diria a esposa sem um obstáculo hehehe. E voce, literalmente com uma pulga atraz da orelha ou na frente hahaha. Mas eu gostei, gostei, que le lhe traga leveza como voce é .!Para todos os momentos.
yessssssssssss

Bjs

Inara

Anônimo disse...

Hahahahahahahahaha...maravilha, preciso ver in-loco, urgentemente. Depois disso, vamos fazer uma tatoo? Beleza, adorei. Agora, essa história de fazer um "furo na senhora"...eu heim? Beijão minha linda.
Sóstenes

Anônimo disse...

Quero ver seu piercing viu Dona Ysoldinha, quem manda fazer pacto assim, a barbicha do homem, barbicha se tira e um uma semana cresce de novo, hahahahahahahahahahahahahahahahahaha!!!
Ótima sua história, agora falta colocar a foto do seu piercing maneiro aqui no orkut!!! hihihihihihihihiihhihihi!!!

Pri Saunders

Anônimo disse...

oa tia
só tu mesmo, visse!
suaoisuoaiuisa
sabe que tua orelha adora um brinco e quanto mais dói, mais tu fura, ne?!
suaoisuoauouaos
mas jaja melhoooora :)
e o piercing de yau, melhorou?
t amo ;*
Yoh

Sergio disse...

Ysolda querida!
Tô me matando de rir
Voce não existe

Quero ver fotos

kkkkk

abraços

Anônimo disse...

Isolda, você é demais. Sabendo a pessoa que és, nunca deves se permitir ficar triste com qualquer algo que exista entre você e sua felicidade.
Talento como esse, só pode vir de uma pessoa especial como és.
Beijos e parabéns. Continue assim passando sua vibração para os que não sabem com o quê vibrar.
Micheline.

Anônimo disse...

Eu a menina correndo...
Eu ví o tempo...e a lembrança que tenho sua, é de uma menina de comportamento normal para nossa época. Agora temos que nos encontrar, para conhecer esta mulher , mais que maneira, que vc está. Quase morro de rir com a estória do seu novo adorno, providencí logo uma foto, para colocar nesta página. Bjs toda família
Florípedes

Anônimo disse...

Ysolda: voce e mesmo porreta. Amei a sua historia. Quer dizer que esta toda pierced? Fez o piercing nas 2 orelhas, ou so em uma?
Eu imagino que a multidao que estava la so queria ver o que iria acontecer, ne?
O menino tambem e de raca. Tirar a barbicha!
Dei muita risada com a historia.
Beijos - Nadir

Anônimo disse...

É pouco, Ysolda! Por que foste implicar com a barbicha do rapaz? Ih, será que implicas com a minha também? Queres que eu tire? E por causa da tua implicância, estás agora igual a uma adolescente, um brotinho, com piercings na orelha. Deve ter ficado bem em ti. Ah, quero ver! Uma bela sexta-feira para ti, sem a dor do piercing. Beijosssssss!
José Pimentel

Anônimo disse...

Vc é uma estrela, talentosa e brilhante. Inteligente, muito bonita. PARABÉNS!!!
Letícia ( IQ )

Leo Calife disse...

kkkkkkkkkkkkkkk Toma ai tia, foi se meter com barbichinha de bode deu no q deu, faltou colocar sua foto aqui com o piercing na orelha, sabia que tanto quem faz tatoo ou coloca piercing não pode utilizar como numero impar, ou seja trate logo de fazer o segundo não pra ver se nao dará azar kkkkkkkkkkk abraços tia, sim da uma olhada no meu flog e escolhe uma das duas tatoos pra mim =P

evelin disse...

Hilario o acontecido, muito interessante. Mulher que honra sua palavra deve cumprir mesmo com o trato e voce não seria capaz de não fazê-lo. Gostaria de ver o mimo na sua orelha , deve estar uma gracinha. Mostre que é uma mulher de verdade e aguente a dor.E aprenda que "BOCA FECHADA NÃO ENTRA MOSCA" kkkkkkkkkkkkkk
Um beijo grande mami e parabéns pela descrição do fato muito bem feita e com muito humor.

Anônimo disse...

QUERIDA REALMENTE VC NÃO TEM JEITO, POIS VC É FERAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA.
MIL BJS,
JULIETA