Seguidores

domingo, outubro 29, 2006

ROSTO QUE QUEIMA


ROSTO QUE QUEIMA
De: Ysolda Cabral


Sabe o que é chorar
Num canto qualquer
Esfregando os olhos
Para poder enxergar
E nada ver?

Sabe o que é o sentimento
Que de pura exaustão
Não se aguenta
E explode em lágrimas
Que escorrem
Queimam o rosto
Como se culpado ele fosse?

Como evitar que
O que há lá dentro
Teime em sair?

Como evitar os estragos
Que tornam você
Quase um trapo
Sem ilusão
De tanto resistir?

Como fazer para
Deixar a vida acontecer
Sem nos intrometer
E/ou entontecer?

5 comentários:

Marilene disse...

Vc está de PARABÉNS!
Fiquei emocionada...é
exatamente por aí.

Beijos,

Marilene

Anônimo disse...

Há forma mais eficaz e absoluta de chegarmos a nosso eu e ao mesmo voltarmos ao casulo de onde viemos se não forem as lágrimas ...?? !!! Aflorarmos ardidas sofridas exauridas que desafoga e tira o que mais sufoca,. . sem ela, o que seria de nós e o que sobraria?!!! Corroida pela dor... Voltamos com amadorecimento que antes ardia, doia e agora não doi mais! Espanta e aquece o que nao podemos mudar.Antes amarga agora doce como uma brisa suave no olhar.

Inara

sERGIO disse...

KRIDA !!

VC CONSEGUE EXPRESSAR O COTIDIANO DE FORMA LIMPA E CLARA
PARABÉNS

ABÇS

Anônimo disse...

Linda demais , amiga. Adorei !!!!
Bjos em seu coração !

luiza nunes da silva disse...

Nossa sempre sei que quando preciso de alento em dias triste para mim sei que dentro de seus textos sempre vou encontrar algum acalanto

Beijos como sempre demais