Seguidores

segunda-feira, maio 22, 2006

PARAR NO AR



PARAR NO AR



QUERIA HOJE
PARAR NO AR,
PARAR A VIDA,
IGUAL AO BEIJA-FLOR,
QUANDO COLHE O NÉCTAR DA FLOR.

QUERIA HOJE SENTIR A VIDA,
DE FORMA MAIS INTENSA QUE O NORMAL...
NORMAL NÃO PARECE COM VIDA,
PARECE MAIS COM COISA IGUAL.

QUERIA HOJE SENTIR O CHEIRO
DE TERRA MOLHADA,
OUVIR A CHUVA CAIR NO TELHADO,
E NÃO, NO ASFALTO!
SENTIR O FRIO DE INVERNO,
AGASALHADA POR UM MACIO COBERTOR.
AMANHECER OUVINDO O GALO CANTAR...

QUERIA HOJE FICAR EM CASA,
ME SENTIR ACONCHEGADA,
NUM VELHO E FOFO SOFÁ.
UM BOM LIVRO PARA LER,
UMA HISTÓRIA PRA CONTAR,
ALGUÉM QUE QUISESSE OUVIR,
SEM PROCURAR PERSCRUTAR...

QUERIA HOJE MUITA COISA,
OU QUASE NADA.
É QUE HOJE ESTOU,
COMO UMA GOTA DE ORVALHO,
NUMA PÉTALA DE FLOR...


4 comentários:

Anônimo disse...

Que delícia... como voce estar inspirada e antenada com o inverno .Em todo seu explendor e a sensação o melhor, do aconchego de si junto a natureza. Envolvindos e agasalhados . Que perdure e dure essa sensação maravilhosa e inebriante...

Inára

Bruno Furtado disse...

tiaa...
que lindo o texto...
saudadess de vc!
um beiijo! =*

miralda disse...

Sem comentários!! simplesmente lindo ... minha sábia amiga.
Kiss

Odir disse...

"É que hoje estou
como uma gota de orvalho
numa pétala de flor..."

Poesia pura, poeta dos meus sorrisos. E como estás linda, sorrindo séria!
Beijando-te abraços, Odir