Seguidores

terça-feira, julho 04, 2006

LUAR DA IMAGINAÇÃO


Luar da Imaginação



Queria um segredo contar
Segredo que não fosse magoar
Mas que fizesse as pessoas terem certeza
De que todos podem e devem amar
É que poucas pessoas sabem disso
E deixam o sentimento para lá
E assim os anos passam
Sem nunca o coração acelerar ...

Amor não é paixão
Muito menos, atração
E pode ser tudo isso e muito mais
Desde que partindo do peito
Com toda aceleração
Pronto para tudo
E, aí, vira canção

Canção que nos faz valsar
Cantar
Sorrir
Pular
E ficar com cara de bobos
Em plena luz do luar
Mesmo que este luar
Seja o da nossa imaginação
Nos fazendo flutuar
No infinito espaço de
Nossa mente, corpo e coração.

2 comentários:

Marina disse...

Querida, tudo bom???
Lindo seu poema, lindo...
ele dispensa comentários.
Bjaoo

Anônimo disse...

É isso o amor : supremo, sublime completo e perfeito. Imperfeito ao nosso alhar quando não se pode contar. Fica-se na imaginaçao, um sonho a se realizar.

Ps - Felizes são os poetas que amam e podem contar em palavras ou em verso o que fazem eles sonhar

BJS

Inára