Seguidores

sábado, dezembro 08, 2007

FAÇO NÃO



FAÇO NÃO
De: Ysolda Cabral



Hoje a tristeza e a alegria
Esbarrou em mim
Sem dó nem compaixão
Encararam-se frente a frente
Sem me deixar opção

Fiquei entre as duas
Equilibrando-me bravamente
Para não piorar
A inusitada situação
Uma chorava
A outra não

Eu no meio das duas
Sentindo uma enorme afobação
Esforçava-me para sair
Daquela tremenda confusão

Quando senti chegar à esperança
E como num passe de mágica
Acalmou meu desvairado coração

Que louca sou
Por me deixar envolver
Por fortes e contraditórias emoções
Entretanto elas acontecem
A minha total revelia
E acho até covardia
Querer bani-las do meu dia-a-dia
Isto eu não faço não!




Um comentário:

FATIMA LEITE disse...

Boa noite poetisa Ysolda Cabral!!!
Fico extasiada com suas belissimas poesias, voce com simples palavras faz nascer luz, cor, paz e amor ao livro de sua vida... Parabens!!!
Parabens!!! Voce e UNICA...
Bjus na sua linda alma...
TE AMO...