Seguidores

quarta-feira, janeiro 16, 2008

ATÉ BREVE MAMÃE




MARIA DILÇA LIRA CABRAL
* 19/08/1933 + 1
4/01/2008

Nosso Rouxinol se calou,
Às 18:h25, da última 2ª feira.
Na hora choveu...
Ela adorava a chuva.
Calou-se aos poucos e bem suavemente.
Mesmo com muita dor e sofrimento,
Não se lamentou nem por um momento.

Seu canto não será mais ouvido.
Contudo, em nossa lembrança,
Jamais será esquecido...
Nem seu canto,
Nem seus sábios ensinamentos.

Com o olhar nos dizia
Tudo o que queria,
O que sentia,
E até nos repreendia.
Não precisávamos falar nada para ela
Pois ela sabia tudo da gente.
Enganar-lhe?
Seria impossível!

De beleza genuína e sempre natural.
Seu perfume era bom demais de cheirar,
Lembrava o perfume
Da mais bela e perfumada rosa,
Do mais perfeito roseiral.

E mesmo em seu leito de morte,
Aonde parecia apenas dormir e sonhar ...
Seu perfume chegou a atrair todos os pássaros do local
Que dele queriam sentir e também desfrutar.

Nosso Rouxinol...
Era a mãe mais perfeita,
A mãe mais querida,
A mãe mais bonita,
A mãe mais amiga,
A mãe mais compreensiva,
A mãe mais paciente,
A mãe preferida...
De nós, seus filhos,
Yara, Ysolda, Íris, Ilo e Inára...

Que hoje choram de saudade.
Mas, no coração, de cada um de nós,
O alívio da certeza de que, AGORA,
Ela está completamente em PAZ.

Até breve mamãe.
********************************************************
Missa de sétimo dia : Igreja da Pracinha de Boa Viagem
Dia: 22.01.2008 ( 3a. feira )
Hora: 19:00

5 comentários:

Anônimo disse...

Qualquer coisa para dizer soaria como um quadro fora do lugar na parede. Acho que disse tudo!!!!

Só nos resta a saudade e o conforto de saber que ela estar bem! E nos conformar . Porque Nosso Senhor tomou todas as providências e a certeza de nunca nos desamparar!

Inara

Anônimo disse...

Coronronzinha, ( Doce Inára )

Hoje a saudade está insuportável.
Para onde olho só vejo e sinto mamãe e o quanto ela faz falta.
Meu Deus do Céu que dor terrível, minha irmã!

Que Deus abençõe você por toda sua completa e total dedicação. Seu amor por mamãe era a coisa mais linda do mundo. Todos nós a amavámos completamente. Entretanto, o seu amor era o mais doce e dedicado. Você nem se dava conta de que, a cada dia, ela estava indo embora, bem de manzinho e sem reclamar de nada só para você não perceber.
Amo você,minha irmã querida.

Ysolda

Anônimo disse...

Hoje, 18/01/2008

Ysolda

Anônimo disse...

Voce que se engana mimha irma , eu via tudo , e sabia tudo. Eu bem antes , ainda em casa , ja via a peregrinaçao de ve-la passar mal aos meus olhos . E nada podia fazer... só ficar do lado apoiar e deseperadamente aguardar o desfecho.E aos poucos, tranquilizar o coraçao (dela) que tinha feito tudo por nós. O resto agora seria com agente!
Até isso Deus nos deu essa oportunidade. Em momento algum, me enganei! Agora ela delicadamente por bastante tempo se despediu e suavemente se foi...!!!
Inara

Luciana Nagamatsu disse...

Um rouxinol jamais se cala...
Cantará sempre por onde passar e
deixará seu suave cantar em forma de amor e em forma de eternidade...
É só fechar os olhos que podes ouvir a melodia ecoando no fundo da alma...
Não existe a morte...o corpo pode até acabar... mas continua a vida no coração daqueles que o rouxinol tocou...
Deus é sábio...