Seguidores

quarta-feira, março 28, 2007

DUAS MENINAS


DUAS MENINAS

VOU CONTAR UMA ESTÓRIA DE DUAS AMIGAS:
DIZIAM QUE ERAM BONITAS, INTELIGENTES,
ELEGANTES, E MUITO CHARMOSAS.
NASCIDAS NUMA CIDADE,
PEQUENA DEMAIS PARA ENXERGAR,
A REAL BELEZA QUE HAVIA,
NA ALMA DAS MENINAS.


SEM DAREM IMPORTÂNCIA À APARÊNCIA.
ATÉ SE REBELAVAM.
VESTINDO O QUE QUERIAM,
FAZENDO ÀQUILO QUE GOSTAVAM.
RIAM, CANTAVAM, DANÇAVAM,
APAIXONAVAM-SE, ENGANAVAM-SE...
E TODA GENTE OLHAVA,
E SEM PENSAR FALAVA.


NÃO ERAM TÃO CHEGADAS.
APENAS CONHECIDAS.
ENTRETANTO, MUITO ÍNTIMAS,
POR SEREM MOTIVO DAS MESMAS FALAS.
DE UMA CIDADE LINDA,
E CHEIA DE IDAS E VINDAS.


HOJE SÃO AMIGAS DE VERDADE,
SEM MORAR NA MESMA CIDADE.
ESTÃO MAIS JUNTAS QUE ANTES.
DIVERTINDO-SE COM AS LEMBRANÇAS,
DE UMA ÉPOCA VIVIDA COM MUITA LEVEZA,
AUTENTICIDADE, DIGNIDADE,
SENSIBILIDADE, ALEGRIA,
COM NOBREZA DE CARÁTER.
E ISTO TUDO É REALIDADE!

5 comentários:

Amber Gristak disse...

I do not know what this says but i like the photo :)

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

The poem speaks on friendship. Debtor for the visit.
Ysolda Cabral

Sergio disse...

E viva as duas meninas!!!!
Essa poesia me fez lembrar algo similar que aconteceu em minha vida
Obrigado por trazer o passado ao meu presente
Que presente
beijos no coração

Anônimo disse...

´´E engraçado ... que para tantos,o certo ficou fora de moda virou o avesso. O que se diz hoje ou ontem, ter carater ídole, leveza de espirito trancou-se a sete chaves e nao se sabe ao certo o que é certo. Isso se nao houver firmeza do que se é ou se quer! Hi minha nossa !!! Ainda bem que a chave tá na mão com o pulso forte. E abrir , escancarar para os desavisados que ainda vão chegar !
Que bom que o mundo tá dividido

Inára