Seguidores

sábado, dezembro 05, 2009

QUE PENA




QUE PENA
De: Ysolda Cabral


Se não existe saudade
Nada valeu ou vingou

Não é desamor
Não é dissabor

Se não existe saudade
Nada significou

Não é indiferença
Não é maledicência

Se não existe saudade
Não foi amor de verdade

Que pena...


Publicado no Recanto das Letras em 05/12/2009

Código do texto: T1961542

Nenhum comentário: