Seguidores

terça-feira, janeiro 12, 2010

IOIÔ DE ALEGRIA

IOIÔ DE ALEGRIA
De: Ysolda Cabral


Ah, estou tão contente!
Tão contente que me sinto flutuar,
Como se estivesse apaixonada,
E ainda fosse adolescente.

Não, não comente!
É só hoje que me sinto assim.
Eu prometo solenemente.

Não, não se assuste,
E nem se ausente.
Logo estarei aqui novamente.

Veja! Nem chove e nem faz sol,
E o dia me parece um lindo girassol

A noite logo, logo chegará,
E o Céu bastante estrelado,
Me lembrará o seu olhar.

Brincando comigo,
Como se eu fosse um Ioiô,
Entendi que o Universo,
Só para me fazer feliz,
Recorreu ao complô.



Publicado no Recanto das Letras em 12/01/2010
Código do texto: T2025782

Nenhum comentário: