Seguidores

sexta-feira, março 21, 2008

CONTRIÇÃO




CONTRIÇÃO
De: Ysolda Cabral


Semana Santa
Santa Semana
Abençoada e tanta!

Aproveito para por a “casa” em ordem
Cada coisa em seu devido lugar
Uma dúvida: que espaço irá me guardar?

Sou "estourada" pra danar
Temperamento medonho de ruim
Sorte que passa logo
Mas causa enormes estragos.

Enfim...

Aproveito esta época,
Costume que trago desde menina,
Para me obrigar a pensar e repensar
E só vêm coisas assim:

Um lamento... Um ai...
Por fatos que já se foram
E outros que hão de vir
E que, talvez, não devessem chegar

Sempre há algo a aprender
Não tenho nada que valha a pena ensinar
Preciso é voltar a escutar
A voz do Vento
Quem sabe assim
Não venha a me salvar...?!




4 comentários:

Anônimo disse...

Ao contrario de voce, fico mesmo com o fim do peema: "com a voz do vento"
momento de reflexao sim. De uniao e comunhao com Deus! Momento único, intríseco. Valioso.!!! De uma Força maior que nos Guia e que neste momento fico solidária. E em PAZ

Inára

Anônimo disse...

Ah! Ysoldinha... vc sempre em busca da beleza... em busca do melhor... sempre pondo a "casa" em ordem. Gosto demais disso tudo!

Beijos, minha querida!
Fica com Deus!!!

Eduardo Wanderley ( transportado do Orkut )

Anônimo disse...

Ysolda,

Suas palavras são sempre um alento, um consolo, uma música para os olhos. Muito obrigada por elas.
Uma ótima Páscoa para você também. Que a luz da renovação inunde seu mundo mágico de palavras sempre!

Cheiro grande
Juliana

Anônimo disse...

Moça das Letras,
Que linda poesia,sempre há algo a aprender e algo a ensinar.............Feliz Páscoa.
Martha