Seguidores

sábado, agosto 22, 2009

AMOR INSENSATO




AMOR INSENSATO
De: Ysolda Cabral



Os propósitos ficam a postos,
Enfileirados na minha frente.
O primeiro da fila é não pensar,
O segundo é esquecer,
E no terceiro me vejo morrer...

Ah! O que fazer?

Falo mal, ignoro, digo do amor
Que não sinto, sentindo...

Então fecho os olhos do sentido,
E, vejo você sorrindo...

Arrefeço... Choro... Encaro-me...
E digo: deixa estar...
Essa saudade vai passar!

Que insensatez!

**********

Amanhã " Festa do Livro"

Praça do Arsenal - Das 10 as 22h

**********

Um comentário:

Anônimo disse...

AINNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNN Q COISA MAIS LINDA É ESSAAAAAAAA...
SE VC FECHA OS OLHOS E ELE TE APARECE SORRINDO,É PORQ ELE ELE PERMANECE EM VC....

TE AMO PRIMA LINDA.ELI