Seguidores

terça-feira, agosto 04, 2009

ESTOU ILHADA


ESTOU ILHADA
De: Ysolda Cabral


Por onde caminhar
Sem deixar marcas no caminho?

Por onde seguir,
Se todos os caminhos são de pedra e espinho?

Ah! Essa minha imaginação inconseqüente...
Não sou previdente!

O que fazer com minha poesia,
Uma vez que ela se desgarrou de mim,
Para morrer pela aí?

Sem mágoa... Estou ilhada.
A indiferença me assalta!

Preciso ficar curada... De mim.


**********

Publicado no Recanto das Letras em 04/08/2009
Código do texto: T1737085

Um comentário:

Anônimo disse...

ainnnnnnnnnnnnnnnn tá lindo priminha..

quando vc ficar curada de vc,passa a receita pra mim ..rssr

te amo assim bem grandão..