Seguidores

quinta-feira, novembro 19, 2009

ESTOU "ROSA CHICLETE"



ESTOU "ROSA CHICLETE"
De: Ysolda Cabral



Tem coisa que me indigna, revolta e que me deixa realmente muito irada. Um exemplo do que digo é aquela mãe que se recusa a amamentar seu filho por pura vaidade e toma todas as providências para que o leite seque rapidamente. Conheci uma dessas ontem e fiquei “rosa chiclete”. Até que ponto vai a vaidade, a mediocridade humana? Porque essas mulheres têm filhos?

Sei não... O mundo está mesmo de ponta cabeça.

Uma das coisas que mais me encantaram na maternidade foi justamente poder amamentar a minha filha. Fiquei inclusive muito chateada com meu peito – os dois – grande e quase inútil, uma vez que não “fabricava” leite suficiente apesar de todo o meu empenho. Tudo aquilo que me diziam que era bom comer para aumentar o leite, eu comia e com muito prazer. Comi tanto que engordei mais nesse período do que no da própria gestação.

Desta forma e complementando com leite prescrito pela pediatra, consegui amamentar a minha filha por 12 meses. E, simplesmente adorei. Este fato não deixou meu peito nem melhor e nem pior que antes. Deixou exatamente como sempre foi. – Que coisa!

Lembro, inclusive, uma estrofe de uma canção de ninar que compus para minha filha, em plena madrugada enquanto a amamentava, que dizia: “ lá vem o coelhinho, o macaquinho, o cachorrinho, o gatinho, atenção, mas podem voltar que leitinho tem mais não, o leite de mamãe é só de Yauanna e vem do coração e vem do coração....”

Como é que pode uma mãe abrir mão de um ato de amor tão fundamental para a vida e a saúde de seu filho?

E por falar em amamentação, acaba de nascer Dante, o filho do lindíssimo e jovem casal de amigos Micheline e João Carlos Negromonte. Que ele mame muito!
**********

Publicado no Recanto das Letras em 19/11/2009
Código do texto: T1932249

Nenhum comentário: