Seguidores

quinta-feira, novembro 26, 2009

QUE BRILHO SERÁ ESSE




QUE BRILHO SERÁ ESSE
De: Ysolda Cabral


Na minha frente algo brilha intensamente,
Vez ou outra foge do meu campo de visão,
Como a flutuar no vento.
Penso: será um mini disco voador?
Uma pedra preciosa?
O orvalho que não evaporou?
Ou será uma estrela cadente que na noite passada,
Não conseguiu retornar pra sua galáxia?

Adianto-me...
Sigo firme...
Fixo o olhar...
Não temo o brilho e nem o pensamento.
Os sentidos aguçados, como sempre,
Não mentem, apenas sentem...

O brilho aumenta...
Nada mais confunde a minha mente.
A sensação é de sossego...
É de descanso...
É de silêncio...

A indiferença abençoada se faz presente.
Com suave leveza ... Envolvo-me...
Entrego-me... Elevo-me... Observo-me...
E sem meu consentimento acordo,
Sem sonho e sem tormento.



Publicado no Recanto das Letras em 26/11/2009
Código do texto: T1945026

Nenhum comentário: