Seguidores

sábado, novembro 07, 2009

HORA DE DORMIR




HORA DE DORMIR
De: Ysolda Cabral



Estou leve,
Estou alegre,
Numa noite agreste.

Nada me perturba,
Nada me enluta,
Nada me entristece.

Mesmo com a mente turva
Pelo cansaço da vida,
Nada me tira do tom ou irrita.

Viajo em versos sem rimas
Que tento compor pra comemorar,
O meu estado de espírito.
Não consigo, mas não ligo.

Sinto-me lúcida,
Sinto-me linda,
Consciente de mim,
Inteira e decidida a prosseguir.

E, como nada me perturba,
Agora vou me recolher.
Pedindo a Ele que nos conceda,
Um novo e abençoado amanhecer.


Publicado no Recanto das Letras em 05/11/2009
Código do texto: T1907540

Nenhum comentário: