Seguidores

sábado, julho 12, 2008

CORDA PARTIDA




CORDA PARTIDA
De: Ysolda Cabral

Fecho os olhos dos sentidos
E não sinto você comigo
Penso estar noutro espaço
Por não perceber seu traço...

Sempre tão filosófico e matemático
Já nascido com você
Transcende minha compreensão
E fico decidida a dizer NÃO...

Assim o dia cai e a noite vem
Trazendo o desejo de embarcar
No Transporte Poesia também
E ir para muito além...

No acorde do meu violão
Canto uma triste e linda canção
E a voz que escuto não é a minha
Paro e me culpo por sua vinda
E pela corda partida no meu coração...

Um comentário:

Anônimo disse...

YSOLDA QUERIDA:
AS VEZES VC É TAO PROVIDENCIAL EM SUAS PALAVRAS...
VC SABE A QUE ME REFIRO

VC E REALMENTE UMA CONSCIÊNCIA CRIADORA E TRANSMISSORA DE TENDÊNCIAS COMPORTAMENTAIS..
PARABÉNS
LINDOOOO
E O NOSSO TRABALHO CONJUNTO JA COMEÇA A REPERCURTIR
LOGO ESTAREI ENVIANDO ARQUIVOS PARA VC

OBRIGADO POR TUDO

BOM DOMINGO

SILMAR ALVES