Seguidores

terça-feira, julho 22, 2008

MEIO TERMO DE OURO




MEIO TERMO DE OURO
De: Ysolda Cabral



Se sou poeira de estrelas,
Está explicado porque não me sinto inteira.
É que sou feita de partículas muito pequenas,
Para me sentir comigo satisfeita...



Mas, se as emoções são movidas por átomos,
Vácuos e pelas leis inalteráveis da natureza;
Por que me deslumbro e me emociono,
Quando penso em você e quando
Vejo o mar em noite de lua cheia?


Filosofia, Ciência ou Religião;
Onde está a explicação, para as coisas do coração?
Como não sou agnóstica e não concordo
Com o pensamento de Demócrito,
Acho mesmo é que sou parte de Adão...


Entretanto, isso não faz de você melhor que eu,
Já dizia o sábio filósofo e apaixonante Platão.
Portanto, cuida de mim como cuido de você ,
Senão, você vai é me perder.
Afinal, procuro seguir o conselho de Aristóteles:
Sou “meio-termo de ouro” e você?


Um comentário:

Anônimo disse...

Explendido!!! Gostei muito !
Não há nada o que dizer!
A não ser, ler!

Inara