Seguidores

quinta-feira, agosto 14, 2008

OS VENTOS DE AGOSTO




OS VENTOS DE AGOSTO
De: Ysolda Cabral



Neste exato momento
Uma tristeza enorme invade minha alma
Ela é tão poderosa que deixa
Meu raciocínio e meus movimentos lentos
Lentos como os acordes do “rascunhomusical”
Que escuto agora...

Não sei bem de onde veio tanta tristeza
Teria sido junto com “Os Ventos de Agosto"?
- Que desgosto!


Para piorar o meu estado, hoje é domingo
E domingo para mim é dia torto, morto
Nem devia existir na contagem do tempo
Mesmo que prejudicasse o contraponto
Perfeito que agora ouço
O qual inexplicavelmente ecoa...


Além do mais é dia dos pais
E papai sem mamãe não é a mesma coisa
Até o violão e o bandolim
Não soaram e nem soarão mais...


Quem quiser que ache o contrário
Mas, apesar de não ser supersticiosa
Eu detesto o mês de Agosto!


********

PS. Publicada no Recanto das Letras
no último domingo dia 10/08/08

Um comentário:

Anônimo disse...

Eu também minha linda não gosto de agosto de jeito maneira!!

Cheirinho
Guiga