Seguidores

quinta-feira, agosto 21, 2008

SENTINDO A FALTA DE CECÍLIA





SENTINDO FALTA DE CECÍLIA
De: Ysolda Cabral



Cecília é a colega de trabalho e a “caroneira” mais “folgada” (sentido de espaçosa messsmo) que já conheci em toda minha vida. Pense numa mocinha complicada!!!! Contudo, é engraçada, espirituosa e nos faz rir muito durante a tarde, isto quando está de bom humor. Quando não está, agüente o “ fungado” dela!! Ô rinite insuportável!!! E, tudo coisa da cabeça dela.

Outro dia lhe disse: pára com isso Cecília, você nem está gripada! Que coisa chata!!! Ela espiou para mim, com uma cara de poucos amigos e falou: “oxe Ysoldinha, é a poeira desses processos que tenho que analisar...” - Analisar, ela sempre usa essa palavra e outras pessoas também em nossa divisão, eu acho o máximo! Já disse à minha chefe para me dar algo para também “analisar”. Infelizmente ainda não cheguei nesse patamar de competência. Mas, enfim, um dia quem sabe... Se não for com analista, ta valendo!!!

Outro dia foi ao médico e voltou decepcionadíssima dizendo que nunca mais ia a médico algum. Perguntamos a razão e ela respondeu: “ele me perguntou o que eu tinha!!!! Ora, eu fui lá para ele me dizer o que eu tinha... O médico não é ele?!!!!!! – Coisas de Cecília...
Como “caroneira”, já me deu vontade de lhe torcer o pescoço, até agora ela deu sorte (Rsrs). Sempre me faz esperar, mesmo sabendo que a paciência não é uma de minhas virtudes. E o que é pior; vem arengando com os motoristas barbeiros como se fosse ela a condutora do veículo. Xinga, diz palavrões, fica às vezes sem fôlego de tanta raiva. – Eu posso com uma coisa dessas?!
No trânsito sou tranqüila, mas ela se exaspera e aí eu me divirto e esqueço tudo o resto e fico até torcendo para aparecer mais “barbeiro”, quem sabe não aprende com ela?
Outro dia quase arranjou uma confusão danada com as “garotas de vida difícil” que trabalham numa avenida localizada a uns 200m de sua residência. Eu a deixava nessa avenida pensando que ela fosse direto para casa. Ledo engano! – Ela ficava na calçada, esperando o irmão vir lhe buscar por medo de assaltos. O fato é que, as "trabalhadoras" do local começaram a achar que estavam sendo vítimas de uma discreta concorrência. A coisa só não pegou, porque mais que depressa passei a lhe deixar praticamente na porta de casa. Ah! Cecília é mesmo extraordinária!
Agora, que está realmente doente e de licença médica, sinto falta de sua companhia apesar de que da última vez que veio comigo, me fez esperar tanto que eu quase fui embora sem ela. Até já fiz isso uma vez e não adiantou de nada.
Ah! Minha amiga querida, volte logo. Entretanto, se me fizer esperar novamente, cuidado: poderá voltar ligeiro para o hospital! Sou tão boazinha...

Um comentário:

ysoldacabral disse...

22/08/2008 20h52 - Micheline
Ysolda, tu és show!!! Como sempre, consegues fazer das palavras obras de arte para darem forma às tuas inspirações. Cecília deve ter ficado bastante honrada pois motivos não faltam e se assim ainda faltassem...você os daria sem falta! Olha, foi Miguel que me indicou a leitura. Parabéns aos dois. Bjs.

22/08/2008 14h14 - tata
há se essa história fosse com thiago, eu lhe aconselharia a dar um gelo, pois,logo, logo ele iria se orientar, mas, já que é com minha amiga cecília,tenha um pouquinho de paciência, ela é assi mesmo. kkk

21/08/2008 23h04 - elizangela cabral
PRIMINHA.. Como sua amiga é tao engraçada, ela deve fazer muita falta mesmo,vc é de mais minha grande escritora,amo ler oq vc escreve priminha,rsrsrsrs.eu estava até de mal humor,mais era lendo e rindo,parecia q estava vendo a sua cara junto com a dela kkkkkkkkkk ou povo engraçado viu...mais uma vez tiro o chapeu pra vc.. te amo,obrigada por existir neste mundinho. xero pra ocê viu..ELI
21/08/2008 22h09 - Lívia
... Realmente, sem sombra de dúvidas, vc é a rainha dos contos.... Contos hilários, engraçados, tudo a ver com vc nesse teu jeito espontâneo de ser... pera aí, acho que já te disse isto em algum momento pela escrita.... será que não foi ontem aff Ysolda tu é mesmo da hora menina, cheia de repentes em histórias pra contar.... Imagino que com você iria muito gargalhar... Vou te contar um segredo, temos algo em comum, nessa forma de expressar prontamente ainda levantar risos aff é bom demais.... Amo tuas crônicas, elas são precisas e não pode faltar nas telinhas e até mesmo diga-se de passagem nas livrarias..... Pense nisto! Parabéns!

21/08/2008 20h43 - thiago
muito boa!!! queria poder ver a cara de cecilia quando ler esta cronica!

21/08/2008 10h23 - Rosy
Ysolda, Realmente voce não existi, agora mais do que nunca, tenho certeza que voce sofre mais goza, mas vendo pelo lado positivo, que graça teria a vida se tudo fosse certinho e/ou igual. Beijos Da sua amiga e admiradora Rosy Ops. Também estou com saudades daquela doidinha...

xxxxxxxxxxxxxxx

Comentários no RL.