Seguidores

sexta-feira, janeiro 16, 2009

CALDO DE SENTIMENTOS




CALDO DE SENTIMENTOS
De: Ysolda Cabral


Não acredite no que digo
Na poesia sempre minto
É que a vida é tão traiçoeira
Que vou deixar de ser poetisa
Para ser uma competente feiticeira

E como tal vou dar um jeito
Em tudo que achar injusto e mal feito
Quando sentir saudade, tristeza
Revolta, medo ou desespero

Preparo uma porção mágica
Usando de ingredientes
Esses potentes sentimentos

Então cozinho tudo com minhas lágrimas
E depois de beber todo o caldo
Estarei livre de qualquer sofrimento

Ah! Afinal que vida é essa?!

Quero mais que tudo isso
Será que mereço viver assim
Num mundo que existe
Apenas dentro de mim?


Nenhum comentário: