Seguidores

quinta-feira, abril 03, 2008

A CANÇÃO QUE NÃO FIZ




A CANÇÃO QUE NÃO FIZ
De: Ysolda Cabral



Pensei em fazer uma canção...
Uma canção de amor, talvez.
Peguei uma folha de papel,
Um lápis e o meu violão,
Com toda minha avidez.

Comecei a dedilhar com carinho...
De quem sente muita saudade!
Solfejando baixinho,
Uma nova e bela canção,
Com toda minha verdade.

O papel esperando sua vez...
O lápis pronto para rabiscar...
Percebi desesperada,
O quanto iria decepcionar!

Os sentimentos se atropelando,
Num vai e vem constante...
Entre o antes e o agora.

Triste constato que,
Assim, o que virá,
Chegará sem demora,
Só para atormentar.

Resolvi então parar.
Quem sabe se não engano
Aquilo que virá?
Decisão tomada,
O som suavemente vai embora...

Dedos sem calos, frios e doídos,
Na minha mão...
Pesando toneladas;
Senti!
Então pensei:
Será que morri?!
Sei não...
Será?!
Talvez...

Um comentário:

Electra Natchios Barbabela disse...

Querida Ysolda, AMEI seu blog. Aqui fica mais fácil ver de forma reunida a pessoa e a poetisa juntas. Acho lindo isso. Adoro o seu jeito suave e melódico de escrever, mesmo quando trata de coisas duras. Muito lindo mesmo. Beijo da amiga mineira,

Electra