Seguidores

quarta-feira, outubro 01, 2008

SOBREVIVÊNCIA



SOBREVIVÊNCIA
De: Ysolda Cabral

Neste momento minha lucidez é tanta
Que me surpreende e encanta.
Chego à conclusão que gosto de mim
Tresloucada e corajosa por inocência
Sonhadora e otimista congênita.

Somente para testar a sorte,
Perco o rumo de propósito.
Ando por lugares nunca vistos
E ao sair deles, lhe garanto
Sempre os deixo mais bonitos.

Às vezes fico meio cansada,
Sofrida e com a sensação do nada.
Paro, penso e me repreendo, dizendo:
Você já devia estar acostumada!

Mesmo assim continuo a caminhada
Sem projetar, sem pesquisar,
Sem pretender e sem almejar
Só me deixando levar...

Nas asas do destino,
Por estradas com dálias e espinhos,
Guiando-me apenas pelo instinto,
De sobrevivência necessária.

Um comentário:

Livinha disse...

Somos todos sobreviventes desta lida
quando amargurados, rebuscamos em
nossas indagações, as respostas
que comungamos nesta vida...
E no combate a não querer esmorecer, nas constantes agitações
de nossa mente, nos tornamos meros
sobreviventes, porque não
devemos morrer e sim viver....

Bravo!!! Dna Ysolda
Eu adoro vc.
Já te disse isto?