Seguidores

sexta-feira, maio 29, 2009

TERRA DO NUNCA




TERRA DO NUNCA
De: Ysolda Cabral


Verde, amarelo...
Azul, lilás...
Vinho tinto...
Cálice!

Barro ou cristal?

Mágoas,
Feridas,
Sol e Luas...

Cure-se!
Inunde-se...

O planeta
De mais branco,
De menos ais...

Vermelho no sangue,
Dentro de veias
Poéticas e todas... Serem iguais!

Com colméia,
Mar sem onda
Com Botos e Sereias...

Terra do Nunca Mais.

**********


Publicado no Recanto das Letras em 29/05/2009
Código do texto: T1621451


http://recantodasletras.uol.com.br/poesiastranscendentais/1621451


2 comentários:

Fábio Aiolfi disse...

Ihhhhh
eu comentei nesse poema lá no recanto agora mesmo...

Eu também tenho blog.
rsrs

www.oficialfabioaiolfi.blogspot.com
e tem do meu grupo de teatro...
www.cirandanoarcoiris.blogspot.com

vc tem orkut?

Eu Sei disse...

Minha linda, o que posso dizer além do meu Muito Obrigada, por me dar tanto carinho, além de sua amizade, para mim, valiosíssima e ainda com a imagem, enfeitanto as suas tão bem traçadas linhas??
Posso dizer sim, que não somente esse, mas todos os seus poemas, são muito inteligentes e isso, me fascina ao lê-los.
Parabéns meiga flor e que Deus tenha-a sempre, na palma de Suas Mãos!
Beijos e meu eterno carinho!
Bruna