Seguidores

quarta-feira, junho 24, 2009

AMOR QUE NÃO ACABA



AMOR QUE NÃO ACABA
De: Ysolda Cabral


Não falavam nada,
Mas sabiam do grande amor
Existente em suas almas.
- Isso importava.

Às vezes dava um desespero,
Desespero de enlouquecer,
Por não estarem juntos
E por nada acontecer...

Sabiam... Se queriam...
E nada podiam fazer.

Suas vidas... Outras vidas...
Vidas em separado...
Momentos desperdiçados...

Na atração do impossível-inexplicável,
Vidas juntas, em separado, e, por duas estradas,
Sem se encontrarem e nem se separarem,
Seguiam com o seu amor inabalável.

E um amor assim... Desesperado...
Sem esperança... Sem sonho...
E, que, sem perspectiva, não se aquieta...
Também não acaba.


**********


http://recantodasletras.uol.com.br/poesiasdeamor/1664751


2 comentários:

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá amiga!

E um amor assim... Desesperado...
Sem esperança... Sem sonho...
E, que, sem perspectiva, não se aquieta...
Também não acaba.

Lógico. Amor com tamanha intensidade não acaba nunca.

Lindo, muito profundo. Parabéns!

Perdoe-me pelas baboseiras. É que estive passeando, avistei teu espaço, invadi, gostei e não resisti.

Espero tua visita, será uma honra.

Beijos,

Furtado.

Sady Mac disse...

Poetisa,lendo este teu poema,te confesso que saio daqui com lágrimas nos olhos de emoção,por ter vivido a tão pouco tempo tudo isto,mas com um final brilhantemente feliz,graças a Deus.
Tomei a liberdade e postei esta poesia em meu blog.Espero que aproves.Beijos no coração.Sady Mac

http://buscandosonhos.com.br/amor-que-nao-acaba.html