Seguidores

quarta-feira, junho 03, 2009

SE EU FOSSE FLOR



SE EU FOSSE FLOR
De: Ysolda Cabral

Se eu fosse flor
Para não sentir tristeza e dor
Margarida eu não seria
E se fosse me esconderia
Independente de ser par ou ímpar

Nascida em jardim ou sacada
Ou até em beira de estrada
Margarida é sempre despetalada
Sem dó e sem consideração

Seu perfume não encanta
Sua beleza é morte certa
Independente da sorte
Satisfatória ou não

Pra que ser Margarida
Flor bonita e nascida
Só para ser destruída
Sem nenhuma explicação?

**********

Publicado no Recanto das Letras em 03/06/2009
Código do texto: T1630804

Nenhum comentário: