Seguidores

quarta-feira, outubro 07, 2009

ALVARÁ DE SOLTURA




ALVARÁ DE SOLTURA
De: Ysolda Cabral


Há tanto pra saber,
Há tanto pra aprender,
Há tanta coisa inacabada,
Desencontrada, atrapalhada
E ainda tão desejada!

Há tanto projeto em andamento,
Há tanto sentimento – dentro -
Contido, sofrido, preso e castigado
Precisando de um “Alvará” imediato!

Há esquecimento - lento –
Há tanto sonho não vivido,
Não imaginado, não pretendido
Vindo ... Indo... Lindo... Querido
Precisando ser realizado!

Há tanto amor desperdiçado!
Há tanta solidão no peito
– nunca imaginado -
Que humildemente lhe peço:

Tenha paciência comigo,
Quando me entristeço,
E me chateio contigo.

**********

Publicado no Recanto das Letras em 07/10/2009
Código do texto: T1852836

Nenhum comentário: