Seguidores

domingo, outubro 18, 2009

APENAS UM BEIJO



APENAS UM BEIJO
De: Ysolda Cabral


Ela recebe seu beijo
Com ou sem reflexão
Apenas por sentir
Do seu sentimento
A inexplicável imensidão

Do amanhecer ao entardecer
O seu beijo entontece
Como carícia pura do amor
Que jamais anoitece

Senti-lo é a convicção
Daquilo que se faz presente
Em todas as horas da vida
Com infinita precisão.

Da lucidez insana
Da realidade que profana
Da morbidez que inflama
Mas que não cabe punição.


**********


Publicado no Recanto das Letras em 18/10/2009Código do texto: T1873833

Um comentário:

Anônimo disse...

LINDO!!! Eu aplaudi de pé este aqui....Maravilhoso...converso muito com meus amigos na rua...e falo muito sobre você. Me sinto movido a isso pois vejo tão belas palavras arrumadas numa ordem sem igual...Sinto orgulho de ser seu leitor. Fazê-lo me dá prazer.