Seguidores

domingo, março 15, 2009

CONVITE AO ROUBO


CONVITE AO ROUBO
De: Ysolda Cabral


O cansaço me abate,
Flutuo no vazio do nada...
Não sinto, não respiro
E não penso - até que tento -
É que a espera mata.

Por que não me assalta o ESQUECIMENTO
E me rouba sem se preocupar?
Nem fizeram o meu tombamento!
Não há perigo em me roubar.

Não se faça de rogado,
Venha e sinta-se a vontade!
Pode pegar o que quiser

E levar sem questionar...

Só não deixe a tristeza e a saudade...
Essas nem precisa roubar!
Dou-lhe de muito boa vontade...

E se for um larápio competente,
Leve, por favor, de mim todo o AMOR...
Posto que ele me faz sonhar diariamente
E pensar que vivi a vida inteira inutilmente...

- Ah! E então?...
Vai ou não me roubar?
**********
Publicada tb no Recanto das Letras.

2 comentários:

ysoldacabral disse...

Comentários RL

15/03/2009 21h57 - Lu Genovez
Eles não roubam, não adianta. Saem correndo!!rs Ô esbarrada boa!! Beijo, lindeza!!

15/03/2009 21h56 - Silvanio Alves
OI, POETISA! QUE CONVITE INUSITADO! BELA METÁFORA!
Comente

ysoldacabral disse...

Título: CONVITE AO ROUBO
Autor: Ysolda Cabral


Comentários

20/03/2009 09h33 - Jacó Filho
Belo e surpreendente poema Ysolda, adorei... Parabéns! E que Deus nos abençoe e nos ilumine... Sempre...

15/03/2009 23h20 - Jeronimo Madureira
Que tentação! Parabéns, poetisa! Bj!