Seguidores

segunda-feira, março 16, 2009

ME CHAMO POESIA



ME CHAMO POESIA
De: Ysolda Cabral


Eu sei que sou aquele algo mais que,
Descreve a vida de forma mais bonita.
Cheia de leveza e uma graça, por vezes, contida...
Sem mim que sentido teria a vida?

- Me chamo poesia...

Quem a cantaria em versos?
Quem a amaria mais que eu?
Quem a valorizaria mais que eu?
Quem a odiaria em muitos dias seus,
Os tantos que não foram meus?

- Me chamo poesia...

Deixo-me confundir,
Acham até que sou louca...!!
E em noite de lua cheia,
Eu me aviso para ter cuidado...
- E custa prevenir?!

- Me chamo poesia...

Nem sei a razão concretamente...
Sei que em quase tudo vejo beleza.
Faço da tristeza elemento primordial,
Para compor o verso universal...
Que diz:

- Me chamo poesia e quero PAZ.

**********

Publicada no Recanto das Letras

Um comentário:

ysoldacabral disse...

Título: ME CHAMO POESIA
Autor: Ysolda Cabral


Comentários RL
20/03/2009 09h32 - Jacó Filho
beleza absoluta... Amei... Parabéns! E que Deus nos abençoe e nos ilumine... Sempre...

19/03/2009 00h15 - Jeronimo Madureira
Seu sorriso é a sua identidade, querida poetisa! Parabéns e muito obrigado pela presença! Fiquei lisongeado por saber que sou "um dos" seus preferidos. Muito obrigado! Bj desse seu fã!

16/03/2009 22h33 - EDNA LOPES
Paz e sensibilidade, sempre.Abração!!

16/03/2009 17h24 - loirinha fidalga
olá minha amiga! lindo! bjs

16/03/2009 10h33 - Chico Araujo
... parabéns poetisa, poesia é universal e pode está e ser qualquer pessoa, abç do chico...

16/03/2009 09h50 - Silvia Regina Costa Lima
alo poeta ***** como vai, menina?****bom dia ** *ser poesia nem sempre é fácil , mas quando ela pede paz, é mais difícil ainda... entanto, se ela convencer uma só pessoa que seja, já valeu muito.. poema sensível ***** um beijo azul com saudades

16/03/2009 09h46 - Gustavo Samuel da Silva
Poesias e poetisas...sempre um encanto!