Seguidores

sábado, novembro 22, 2008

CAMISA DE FORÇA




CAMISA DE FORÇA
De: Ysolda Cabral



Já me chamaram de estrela
Já me chamaram de alegria
Já me chamaram de poesia
E era tudo ironia...

Eu sou é bobeira
Eu sou é chorona
Eu sou uma insana
Eu sou muito pretensa

Pretensa por achar que ainda tenho “cabeça”
Pretensa em pensar ser qualquer coisa
Que não seja poeira deixada pela vida
Sem sorte e sem sina
Em alguma prateleira
Triste e feia

Será que estou sendo muito severa comigo?
Creio que não, é que amadureci em carbureto
Dai fiquei assim, sem nenhum jeito

Rodopiei a manhã inteira
Cai de cansaço na esteira
Fiquei totalmente sem fôlego
E quase precisei de socorro.

No meu Orkut dizia: “a pessoa que lê o seu destino
Foi demitida, casou e morreu...
Enquanto não arrumamos um substituto
Faça algum depoimento para um amigo, bem bonito “...

Sem acreditar no que estava lendo e sem saber
Se era para escrever um depoimento bonito
Ou se era para escrever para um bonito amigo
Entendi o que o Orkut não queria me dizer:

“Uma camisa de força está a caminho pra você.”


Publicado no Recanto das Letras em 21/11/2008Código do texto: T1296231

Um comentário:

Anônimo disse...

Já me chamaram de estrela
Já me chamaram de alegria
Já me chamaram de poesia

VC É TUDO ISSO E MUITO MAIS SUA BOBINHA LINDA...SABE PORQ TE AMO MUITÃO? PORQ EU CONSEGO VER A TRANSPARENCIA DE SUA ALMA..

ELI.