Seguidores

terça-feira, novembro 11, 2008

UMA ORAÇÃO DE AMOR




UMA ORAÇÃO DE AMOR
De Ysolda Cabral


A paz finalmente toma conta de mim
Ao som do chorinho de um bandolim
Cuja suavidade desesperada é quase
Uma oração de amor e de saudade

Lembro de minha mãe sentada no terraço
De nossa casa tocando o seu bandolim
E cantando as lindas músicas
Compostas para ela por meu pai

Hoje seu bandolim em minha sala
É objeto de lembrança e de decoração
Olho para ele sem coragem de tocar
- até porque não sei –
Só faço mesmo limpar

A poeira da estrada de lá fora que rapidamente passa
É a poeira do tempo que cisma de ficar
Fazendo seu acordoamento enferrujar, desafinar
Destoar do brilho que nele ainda há
E se depender de mim sempre haverá.

Só peço a Deus um pequeno favor
Não me tire à capacidade de ouvir e de sentir a música,
A poesia que há nos quatro cantos da vida
Mesmo que seja ilusória, com ou sem rebeldia, não importa
Não posso perder a minha sensibilidade
A capacidade de amar e a minha alegria...

Um comentário:

Anônimo disse...

O Q FALAR Ñ PRIMINHA,E PORQ AS PALAVRAS FICAM TÃO PEQUENE QUANDO TI QUERO EXPLRESSAR? ENTRE MILHARES DE PALAVRAS SOUTAS ENTRE ELAS VEJO O TEU DESABAFO DA ALMA,RISOS,CHOROS
PARECEM TE ACOMPANHAR,MAIS AI DEUS CONCEDEU O DOM DE POETISAR,EM QUALQUER SITUAÇÃO Q TU TE ENCONTRES A POESIA TU DAIXAS BAILAR SOUTA PELO AR... PORQ CHORAS? SE EU ESTOU AQUI A TE ESCULTAR..OU ESPELHO MEU ES FORTE COMO AS ONDAS DO MAR,EU SEI Q É,ENTÃO Ñ FIQUE TRISTE SE Ñ EU FICAREI E COM VC EU VOU CHORAR.

TE AMO MUITO BB..