Seguidores

quinta-feira, novembro 06, 2008

COISA ESTRANHA


COISA ESTRANHA
De: Ysolda Cabral


Sinto uma coisa meio estranha
Não é saudade e nem tristeza
Porém se não for cuidada
Poderá ser muito magoada.

Creio que está na minha alma
Guardada com zelo
E muita calma
Uma vez que é muito boa e tem aura

Não pode ser exposta
Já que é muito delicada
Poderia facilmente
Ser prejudicada

Não sei como explicar
Mais sinto que é algo muito precioso
E eu preciso cuidar


Se não está em mim
Está comigo
Em algum lugar
Podendo ser até do fim

Pois se não é do passado
Se não é do futuro
E se não é do presente
Com certeza é do sempre
Que você é em mim

**************

Publicado no Recanto das Letras em 06/11/2008Código do texto: T1269671

Nenhum comentário: