Seguidores

segunda-feira, abril 13, 2009

AUSENTE DE MIM




AUSENTE DE MIM
De: Ysolda Cabral


Sabe aquele teu poema...?

Nunca deverias ter composto
Ele era de uma tristeza tão vasta
Que me deixou no vazio do nada

Sabe aquele teu poema...?

Deixou-me com medo de dormir
E fiquei a ter pesadelos acordada

Sabe aquele teu poema...?

Tirou-me a fome e a sede
Até minha hortelã perdeu o cheiro, a cor e a graça
Será que merecíamos tanta desgraça?

Sabe aquele teu poema...?

Tão belo e tão ausente de mim...!


**********

2 comentários:

Livinha disse...

Talvez aquele poema,
tenha sido exatamente
para expor o vazio dele,
vazio que somente pode
ser preenchido por ti,
Promova uma troca,
para que o vazio
seja preenchido,
talvez ambos inbidos
preferem calar
e os poemas exalam,
a alma, quando querem
se rebelar,
elas falam entrelinhas,
no medo de se declarar,
outras vezes omite contraria,
o que na verdade quer falar..
Quem sabe não é ela que está
ausente,
mas a mente que somente mente,
a semente que maltrata a gente...

Gosto do teus poemas
as vezes ariscos, com medo
de se soltar...

Bjss

ysoldacabral disse...

Título: AUSENTE DE MIM
Autor: Ysolda Cabral


Comentários

14/04/2009 21h03 - Maria Socorro Costa
POETISA Alguns poemas mexem com nosso astral ,mas esta é a vida, nada que possa desistirmos de viver, nova vida. Abraços MSOCORRO

14/04/2009 06h08 - Daumon
Bom dia!Lindo, reflexivo e introspecto.Beijos...

14/04/2009 06h06 - Juli Lima
Bom dia! Profundo e reflexivo. Bj poesia

13/04/2009 23h54 - José Salvador
O poema-paulada deixou um estrago em você... não há de ser nada....tanto é que você escreveu essa coisa linda... triste...mas sem perder ternura....beijos....

13/04/2009 21h40 - Carmem Lucia
Sabe este poema? Deixou rastros no recanto! beijossssss

13/04/2009 16h02 - Puetalóide
Ei... Ysolda... Peraí!!! Eu sei que você tem talento! Eu sei que você é poeta... Etc e coisa, e tal. Mas num precisava \"matar a pau\"!!! Arrepiou Poetisa... Nota 1000 pra você. Um Xêro bem grande!!!

13/04/2009 15h42 - Lu Genovez
Que cheirinho de recado, lindeza??!!! Ameiiii!!! Voltando!! Beijooo

13/04/2009 12h35 - Jeronimo Madureira
Um poema que tocou o seu coração, com certeza! Parabéns, poetisa! Bj e ótima semana!

13/04/2009 11h31 - inara cabral
Se estavas tao ausente, não era para perder nem a sede nem o sono e nem o cheiro... porque o hortelã tá lá e aposto !!! cheiroso como antes!!!

13/04/2009 11h15 - Betinamarcondes
Perfeito poema...de uma inspiração ímpar. bjus betina.

13/04/2009 09h35 - Silvia Regina Costa Lima
alo poeta ***** como vai?***** Bom dia, menina..**** Algumas palavras nos dão um up na vida , outras nos derrubam com a força de tsunami... elas trazem amor ou a guerra.. portanto, devemos cuidar delas sempre e nunca as usar levianamente. ****Seu poema traça bem este retrato..***** E o formato masi compactado ficou ágil leve e bom para vc. ***Um beijo azul com saudades

13/04/2009 09h31 - Xilef
Bom dia poetisa... há versos que nos impressionam... nos trazendo alegria ou tristeza... mas são só versos...rsrs... parabéns pela bela inspiração. Grande abraço e tenha uma boa semana.

13/04/2009 09h26 - Mena
Ysolda, lindo poema! Como a ausência provoca tantas reações!...Abraço e bom dia. Feliz Páscoa!

13/04/2009 09h23 - Mario Roberto Guimarães
Primoroso poema, Ysolda, parabéns. Beijos, Mario.