Seguidores

domingo, abril 19, 2009

APENAS UMA CARTA



Recife, 18 de abril de 2009.

.
Poetas e Escritores do Recanto,
.
Tenho certeza absoluta que não estou “Assim... Assim” quem está é o HOJE. Ele que amanheceu triste, nublado, capenga e meio manco. Já havia notado que algo estava errado, pois nem o cheiro da madrugada lhe enterneceu ou lhe animou. Até tentei alegrá-lo cantando que nem passarinho, uma vez que eles sumiram dos pés de manga do prédio vizinho. E o sol ficou nas nuvens a dormir escondidinho, sem nenhuma vontade de levantar... E, assim, o HOJE passou o dia. O seu desanimo acabou me contagiando e tudo que tentei fazer não consegui e/ou não prestou.
.
Precisava dormir bastante... Dormi e acordei num instante. Fui dar uma geral na casa e na primeira tentativa desisti vencida. Resolvi ir pra cozinha e cozinhar besteira tipo, brigadeiro, suflê e sorvete... Desisti com a perspectiva de comer tudo sozinha, e, com o pé ainda imobilizado, limitando meu avanço nos espaços, cozinhar ficaria bem complicado.
.
Melhor seria ir ler, assistir TV ou a um DVD; escrever alguma abobrinha... Acordar minha filha, com um monte de beijinho, ou, deixá-la dormir para não se chatear com o HOJE insuportável.
.
Então resolvi nada fazer e deixá-lo se esbaldar em sua chatice do jeito que quisesse. E não é que deu certo?!
.
Terminei dormindo no silêncio de uma tarde quase fria. Acordei a pouco, nova em folha. Quando chego aqui encontro uma carta extraordinária a mim endereçada do nosso, Puetalóide!!! ( VIDE ABAIXO )
.
Que coisa mais danada de boa!!!!Ah, como é bom ter amigos tão inteligentes, preparados, sábios, filósofos, poetas, escritores, todos tão nobres e generosos!!!Amo cada um de vocês de um jeito muito especial.

Com carinho e respeito sou,

Apenas Ysolda

**********
PS. Quis escrever uma carta rimada e bonita.
Não sei se consegui. Entretanto, o sentimento é legítimo.

Publicado no Recanto das Letras em 18/04/2009Código do texto: T1546512

**********

À YSOLDA CABRAL
.
Há pessoas que são únicas... Exclusivas.
E porque não dizer... Específicas.
- No seu amar... no seu querer... no seu sentir -
Que nos devotam carinho... em cada gesto... em cada atitude... em cada palavra. E que, embora saibamos que como elas existam tantas outras, complicado se faz encontrar uma sequer quando nos sentimos necessitados. E para que nada possa nos parecer paradoxal, Deus, na sua infinita sabedoria, bondade e amor, nos presenteou com Ysolda... Pra que nunca viéssemos a nos sentir sozinhos, desprovidos e/ou órfãos de afeto e carinho.
.
E assim é Ysolda... Ysolda Cabral...!!!
.
Esse ser iluminado... Esse anjo de Luz... Esse sentir maravilhoso.Essa poetisa do recanto das letras. Essa mulher linda e encantadora... e que através de seus versos, de suas palavras, repito... nos conforta em carinho e afeição. E que as vezes, de tão bondosa, torna-se meio que exagerada...
.
Senão vejamos:
.
- Que história é essa poetisa, que eu ando triste ou choramingando pelos cantos?- E que eu sou Poeta... E componho versos lindos e deslumbrantes?
.
- Você hein...!!!
.
E ela é mesmo exagerada... ha ha ha ha ha (rs).
Pois num é que ela me dedicou um poema... na sua página... no seu blogger - Apenas Ysolda - e que tem como título o meu pseudônimo... Puetalóide.
.
- Ah Ysolda... Iluminada e maravilhosa Ysolda...!!!
.
Mas tudo isso é mesmo muito bom. E me faz sentir orgulhoso... merecedor do carinho de todos.E quem num quer ser merecedor de tanto afeto, de tanto carinho?
.
- Obrigado Ysolda...!!!
.
Por você existir, e me querer tanto bem. Por você exceder-se em carinhos... Ser essa pessoa maravilhosa que todos nós do recanto das letras amamos e adoramos. E obrigado, principalmente, por você ser você. E pela certeza que nos concede de que assim continuará sendo.
.
Acredite amiga... Esse cara que você diz que é poeta... e que escreve aquelas coisas que você teima em dizer que é poesia... e que você ainda exagera dizendo ser ele o seu poeta preferido... lhe adora muito, lhe adora por demais... e lhe quer muito bem. E haverá de querer por muito mais tempo... até quando a vida existir.
.
Eu não tenho... eu não encontro palavras pra te dizer da minha gratidão, do meu orgulho... e mais uma vez repito... de todo o bem q'eu sinto por você...
.
Puetalóide

Publicado no Recanto das Letras em 18/04/2009Código do texto: T1546307
.
**********
.
Lindo demais, né?! hahahahaha
Muito bom ter amigos assim!

Um comentário:

ysoldacabral disse...

Título: POETAS E ESCRITORES DO RECANTO
Autor: Ysolda Cabral


Comentários

22/04/2009 12h58 - Silvia Regina Costa Lima
menina apagadora *** afff... devolce tudo , ouviu? **** ** Hoje é o dia importante do PLANETA TERRA (22 de abril) - Tem Ciranda para todos - Vem cirandar comigo, vem? ***** Traga uma "pequena" contribuição (poemeto, frase, trova ou haikai - senão lota depressa a página e não cabe todos os poetas queridos...rs) **** Um beijo azul com saudades

19/04/2009 22h23 - sandra lamego
Nada como ter amigos que nos amam e nos apoiam incondicionalmente. Linda carta! Bjim

19/04/2009 22h08 - José Salvador
Você encontrou o tom exato de alguns dias que nos perseguem...e que muitas vezes nossas expectativs são superadas por pequenos acontecimentos....adoro ler-te... beijos...

19/04/2009 16h36 - Helenna Dinniz
Oi linda Ysolda, achei linda tua carta, porém eu nem levantei cedo. dormi muito tambem pois precisa reparar minha cansera que a muitos dias me assolava, se o dia começou chato creia que irá terminar lindo como você, parabéns pela capacidade de mostrar sua alma no seru texto com carinho enorme prati mil bjus poesia

19/04/2009 09h50 - Mel Redi
Olá, querida poetisa!!! Que carta linnnda!!! Nós também a amamos, tenha certeza! Como não amar uma pessoa tão doce e carinhosa? Ab da Mel

19/04/2009 00h20 - Mario Roberto Guimarães
Naturalmente que você conseguiu escrever uma carta bonita e rimada, Ysolda. Li a carta do Puetalóide e assino embaixo. Parabéns, minha amiga, por ser a pessoa que é. Beijos, Mario.

18/04/2009 21h54 - Tonha
Olá, poetisa!Assino embaixo e faço minha as tuas palavras.Na vida, devemos cultivar o belo dentro de cada um de nós.Amizade sincera , verdadeira faz fluir boas energias, que automaticamente, são emergidas espiritualmente, através das afinidades; o outro em nós.Então, que esta centelha de luz ilumine cada vez mais a cada alvorecer de tua vida.Quanto ao texto dedicado, considero mais que justo.Abraços iluminados!!!Foi um prazer, adorei te ler, vc é espontânea nos textos e gosto assim, pq fica autêntico.

18/04/2009 19h30 - Jeronimo Madureira
Isso tudo é muito normal, minha querida poetisa! A Natureza em sua perfeição nos dá esse direito de vez por outra relaxar um pouco. É só o tempo pra renovar as energias. Até o tempo é assim, fica nublado pra descansar um pouco a pele do planeta. Parabéns! Bj!

18/04/2009 18h59 - Xilef
Claro que conseguiu poetisa... a carta esta magnífica... tem dias que tudo parece trevas, porem com a viração do dia tudo muda e voltamos a sorri... parabéns pela bela inspiração. P.s. quanto a fim da serie, creio que mais uns oito a dez partes eu termino... pois não vou me ater muito aos detalhes, o que posso adiantar é que haverá um casamento...

18/04/2009 18h37 - Juli Lima
Boa noite! Já li que muitas vezes a "ausência" pode ser um grito silencioso. Vejo q a presença te fez mais radiante. Imagino seu sorriso. Bj poesia

18/04/2009 18h35 - Emoções e Razões
Lindo!!!!, a sinceridade, envolta a sensibilidade, mistura-se ao talento, e a espiritualidade, e dá-se uma carta em nome de uma bela amizade... meus Parabéns!!!abçs querida!!!!

18/04/2009 18h21 - Diney Marques
Ysolda,sua carta é como o brigadeiro que você prepara,doce, suave, como este seu sorvete que me deu agua na boca.Um abraço doce.

18/04/2009 18h18 - Isabel Nocetti
E com que bela carta nos acarinhastes poetisa! Tem dias que dá um aperto, um desânimo, pensamos que é o dia, mas não, são momentos nossos que não estão bem alinhados, depois tudo volta ao normal! Amei tua carta!

18/04/2009 18h17 - Ângela Maria Rodrigues de Oliveira P Gurgel
Ficou uma bela carta! Tem dias que o hoje é muito chato mesmo, por isso o amanhã corre para nos socorrer e o transforma em ontem, antes que ele estrague tudo. Delícia ler você, neste hoje que terminou bem. Abraços.

18/04/2009 18h12 - Lu Genovez
Acho que fui a primeira a ler a carta dele. Amei!!! Essa aqui ficou um arraso!! E a sra apagou o endereço lá, como eu vou te mandar aquela??!! rs Beijo, lindeza. AMEIII!!!

18/04/2009 18h09 - Úrsula Avner
Cara Ysolda, bonita carta onde seus sentimentos extravasam de maneira delicada e singela. Obrigada pelo carinho quanto á parte que me cabe enquanto integrante do RL. Bjs no coração.