Seguidores

terça-feira, abril 28, 2009

VIDA DE ILUSÃO


VIDA DE ILUSÃO
De: Ysolda Cabral


Seguindo por incertos caminhos
Envolta num frio que vem da alma
Dum inverno severo que me devasta
Sigo...

Sem previsão de tempo bom
Lamentando o despreparo
Para enfrentar a invernada
Fico sem noção de chegada
Estou ilhada...

O “Tum... Tum...” do “Tambor Encantado”
Agora “Tic... Tac...” de bomba-relógio
Ninguém se importa ou nota a diferença
Não ligo e continuo a caminhada
Ou de vez paro...

No horizonte há um nítido clarão
É a bússola que precisava
Para concluir a caminhada
De uma vida inútil de ilusão...

**********

2 comentários:

FER. disse...

COMO VC ESCREVE COM GARRA, estou entusiasmado com seus escritos, Amiga minha, desculpe agora vou devorar se blog.
Beij~ºao.
Fernando Oliveira.

http://ruthydoce.blogspot.com

ysoldacabral disse...

Título: VIDA DE ILUSÃO
Autor: Ysolda Cabral


Comentários RL

08/05/2009 10h16 - celofilosofo
teu poema tem um ar existencialista... eu gosto deste ar...

03/05/2009 09h32 - Juli Lima
Bom dia! Reflexivo. Mas... certo de que após uma noite, o dia chega... Tudo pode mudar. Precisamos investir nas mudanças q desejamos. "Quem sabe faz a hora". Bj poesia

02/05/2009 22h22 - Elischa Dewes
Esse belo sorriso demonstra o oposto do poema! ainda bem!! Meu carinho poetisa LINDA!

02/05/2009 17h12 - Jacó Filho
A verdade é que ilusão é imaginar que chegaremos a algum lugar deferente de nossa alma... Lindo demias.. adorei... Parabéns! E que Deus o abençoe e o ilumine... Sempre...

01/05/2009 08h21 - Mario Roberto Guimarães
Minha internet está de volta, Ysolda, parabéns por este lindo poema. Beijos, Mario.

30/04/2009 16h31 - Jeronimo Madureira
Nenhuma vida é inútil, nem a de ilusão! Parabéns, querida poetisa! Bj!

30/04/2009 12h53 - Mel Redi
Querida amiga, as estações mudam, as tristezas se vão, as alegrias vem, e assim como uma roda gigante, o tempo gira, gira, gira ...e ora estamos no verão, na primavera, no outono , no inverno... num constante rolar da INCONSTÂNCIA!!! Grande abraço, com carinho, Maria Emília

30/04/2009 09h29 - Daumon
Bom dia!Intenso, belo e todo expressivo.Beijos...(é poetisa, as trevas temem a luz e a atacam e agridem...)

30/04/2009 09h17 - Ângela Maria Rodrigues de Oliveira P Gurgel
Ilusões são necessárias para construi realidades... Bela poesia. Abraços.

30/04/2009 08h04 - Clermont Gosling
Lindos versos - um belo caminhar poético