Seguidores

terça-feira, dezembro 16, 2008

DE NOVO NATAL



DE NOVO NATAL
De: Ysolda Cabral



Então é Natal de novo!

Vamos comemorar o aniversário de Cristo
Apenas com pão e vinho tinto
Sem corpo e sangue
Pelo menos no “25"

Vamos nos unir em oração
Quem sabe não tenhamos
Um aniversário tranqüilo
Sem nenhuma Extrema-unção

Que os hospitais fiquem vagos
Que as prisões não sejam só de homens-trapos
Nelas também caibam mais “poderosos chefões”

Que os corações das pessoas
Batam um Tum... Tum... Compassado e uníssono
Formando um lindo cordão
Independente da religião

Ah! É Natal!
Nascer de novo
Renovar a emoção
É tempo de redenção

Esquecer o sofrimento
A tristeza e o lamento
Sorrir e Agradecer
A Dádiva que é viver

Feliz Natal pra você!

**********


Publicado no Recanto das Letras

Em 16/12/2008 - Código do texto: T1338850


Um comentário:

ysoldacabral disse...

Comentários no RL

17/12/2008 05h45 - Marlene de Letícia
Então é Natal... Belos versos natalinos, Isolda. Parabéns!

16/12/2008 21h03 - cacaubahia
Um bom Natal para vc também. Gostei de mardar os chefões para a prisão, assim teremos um Natal mais tranquilo e de oração. Beijos.

16/12/2008 18h29 - Jacó Filho
Boa tarde Ysolda, belíssimo poema... Parabéns! Feliz Natal pra você também... E que Deus nos abençoe... Sempre...

16/12/2008 17h07 - Juli
Boa tarde!Expressiva msg. Boas Festas! Bj poesia

16/12/2008 17h05 - Lu Genovez
Gente, quem é essa moça bonita??!! Seus traços não me são estranhos... rs!! Natal, Natal... será que sou a única pessoa no mundo a ficar melancólica??!! Talvez!!! Te amo, minha doce Ysolda!!! Beijossss