Seguidores

segunda-feira, dezembro 08, 2008

QUEM DISSE QUE ANJOS NÃO EXISTEM?

QUEM DISSE QUE ANJOS NÃO EXISTEM?
De: Ysolda Cabral



Nossa Senhora da Conceição é a padroeira do Recife. Portanto, hoje é feriado nesta capital. Estou entre as tarefas domésticas e algumas recordações. Devo antes de qualquer narrativa observar que, sou filha de mãe católica e pai evangélico, resultando na crença inabalável em Deus e na Virgem Maria.

Com Ele sempre converso e muitas vezes “arengo” e em qualquer lugar que eu esteja. É como se tomasse satisfação pelas merecidas “cajadadas” que a vida me dá e na hora sempre acho injustas e fico muito brava. Já com Ela, a coisa é diferente...

Com Ele brigo e a Ela peço proteção.

Como a influência materna sempre é mais assimilada, me batizei e casei na Igreja Católica. Contudo, muito esporadicamente vou a Igreja e não necessariamente à missa. Entretanto, nesta época do ano, gosto de subir ao morro da Nossa Senhora da Conceição, localizado no bairro de Casa Amarela e lá, no alto do morro, pertinho do céu, conversar um pouco com Ela.

Muito bem; há uns dez anos atrás, no finalzinho de uma tarde de domingo, de volta de uma dessas “conversas”, ao cruzar um semáforo atropelei um banhista o qual retornava da praia em sua bicicleta. Imediatamente parei para socorrê-lo. Uma multidão se formou do nada e eu fiquei totalmente desorientada.

Do meio da multidão surgiu um rapaz descalço apenas de bermuda, de aspecto sujo e feio. Chegou junto de mim e falou para que eu tivesse calma. A maneira como falou me surtiu um efeito imediato.

Foi até o atropelado, o ajudou a sentar-se. Depois, foi até meu carro, abriu a porta do lado do passageiro, retirou do banco detrás o guidon da bicicleta e os vidros do pára-brisa. Em seguida, ajudou o rapaz a se levantar, entrar no carro e mandou que eu também entrasse. Pegasse o volante e rumasse para o hospital mais próximo me mostrando, inclusive, o caminho.

Chegando ao hospital, imediatamente, ele foi atendido e, constatado pelo médico de plantão, que o acidentado estava alcoolizado e do acidente, com poucas escoriações. Iria permanecer em observação por algumas horas e depois seria liberado.

Respirando aliviada, porém ainda um tanto transtornada, me dirigi ao posto policial do próprio hospital para registrar a ocorrência. Neste momento chegou, também de bicicleta, o cunhado dele o qual trazia pela mão uma garotinha de três anos. Contou para todos que, não havia como ter sido evitado o acidente visto que, seu cunhado estava bêbedo e com raiva por ele não ter permitido que trouxesse a filha – a garota que trazia pela mão - na garupa da bicicleta e havia cruzado o sinal sem olhar.

Eu, ainda quis permanecer no hospital, mas ele me disse para ir embora, pois a partir daí tomaria as providências.

Senti em meu braço a mão do meu “ajudante”, a me conduzir de volta ao carro. Perguntei-lhe onde morava e ele me disse para não me preocupar e que só sairia de junto de mim quando eu estivesse em casa. No trajeto, encontramos a polícia rodoviária, a qual já sabia do ocorrido e nos parou para saber se eu estava em condições de dirigir e me parabenizar pela correção de minha atitude.

Ao chegar em casa, olhando o grande estrago no meu carro, agradeci a Ela, Nossa Senhora da Conceição, pela vida do banhista e pedi ao meu esposo para levar o rapaz que me ajudara, à sua residência.

Meu esposo olhando para mim perguntou: que rapaz?

**********

Publicada também no Recanto das Letras.



3 comentários:

Anônimo disse...

AI ME ARREPIEI GRANDE MULHER DE ALMA TRANSPARENTE..AS VEZES ESPERAMOS POR ANJOS DE ASAS BRANCAS TALVEZ ESSES Ñ EXISTA,ELE ESTÁ JUNTO DA GENTE SEMPRE QUANDO NOS SENTIMOS SOZINHOS..
ESPERO Q ESTEJA BEM..TE AMO FALTOU PALAVRAS..

ELI

Livinha disse...

Minha irmã, eu sinceramente passei por aqui para dar uma espiadinha, como sempre faço, e resolvi ler sua história, quando disse ser sua cidade abençoada por nossa Senhora da Conceição. Coincidentemente, a cidade de Franca-SP., onde moro, também tem como padroeira a mesma santa. Bom, dei andamento a leitura.. Que história triste, triste e linda, linda e triste. Você tem uma proteção maravilhosa e não pense que seja porque todo mundo tem, isto é fato, mas poucos reconhecem, sente e observa, porque poucos fazem por merecer... Não creia que a sensibilidade é presente que cai do céu, sensibilidade é conquista da alma, por se afinizar com a leveza da imensidão... Você a buscou, trabalhando pra isto e hoje caminha com ela, lado à lado na passarela da tua vida... Que bom pessoa linda que tanto admiro, aprecio e me esforço por conservar dentro do meu coração. Porque um dia haveremos todos de partir e com certeza serás por mim reconhecida em outra dimensão...
Parabéns!

Bjss
obs: Nada de poema hoje. As vezes na emoção, as palavras não querem dançar não. Elas ficam tão comovidas que se perdem entre elas e não encontram seus pares na rima do coração. Acredito que seja a hora da missa, quando todas se reunem em oração....

ysoldacabral disse...

Comentários feitos no Recanto das Letras:

10/12/2008 08h57 - Jacó Filho
Lindo e surpreendente... Amei... E não duvido... Parabéns! E que Deus nos abençoe... Sempre...

09/12/2008 12h04 - Caio Ferreira
Ela é mesmo poderosa e que ninguém duvide. Lembro deste acontecimento em tua vida.Um grande beijo Ysoldinha.

09/12/2008 11h46 - Lu Genovez
20 pegar, vem... servicinho pra senhora... rs. Beijoooo

09/12/2008 05h56 - Juli
Bom dia! Quem ama cuida! Somos cuidados pelo amor maior. Bj poesia

08/12/2008 23h36 - TACIANA VALENÇA
Nossa, Ysolda, fiquei arrepiada. Era mesmo um anjo e enviado por ela, com certeza. Hoje estou muito sensível, por razões que mais tarde contarei, mas conversei muito com ela. Um grande beijo, adorei sua crônica e também conhecê-la. Boa semana. Taci.
08/12/2008 23h35 - inara cabral

É realmente digno de se ler e sentir com toda alma esse fato ocorrido que longe em minha memoria , apensar de ser sua irmã, vez por outra nos "perdemos" no dia a dia, para nos encontrarmos na espiritulidade latente em nós! Como tão bem disse: filha de mãe católica e pai evangélico! Para nós no fim de tudo , não podeteria ter saído melhor! A presença de Deus em nossa vida é evidente demais! E nós como humanos que somos, por vezes ainda não damos por certo! Maravilhoso o que acabei de ler!

08/12/2008 15h34 - Ronaldo Rhusso
Lindo teu texto, moça! Linda tua fé! Ronaldo Rhusso

08/12/2008 13h40 - paulinho freitas
Valeu! Já chorei hoje pela manhã na coroação de N.Sra. feita pelas crianças aqui da escola, lendo seu texto, quase chorei de novo. Parabéns!

08/12/2008 12h45 - Lu Genovez
Menina, quase me matas! Que coisa mais bela, mais sensitiva, e com a tua narrativa, eu quase acreditei, hein?! rs. AMEI!! Beijos

08/12/2008 12h44 - Mario Roberto Guimarães
Anjos existem, Ysolda, com certeza, e muitas vezes assumem a forma humana, como foi o caso. Parabéns, beijo, Mario.

**********

Obrigada!
Ysolda Cabral