Seguidores

quinta-feira, dezembro 04, 2008

SORRISO DE CRIANÇA


SORRISO DE CRIANÇA
De: Ysolda Cabral



Quando tudo pára,
Atenção!
É tempestade que se aproxima
E logo entrará em ação.

Ah! Mas que droga!
Estou cansada.
E quem se importa?
Estou carente...

Ah! Que eu me dane.
Sou insana
E estou insone.

Sou eloqüente,
Sou pó e sou semente.
Vê se me entende,
Como se sente?

A vista é turva,
Confunde e engana.
O bocejo é um lamento,
Fico em sofrimento.
É um tormento...

Sinto-me terrivelmente só.
Não ligo, pois isso logo passa.
Lá longe escuto uma risada de criança.
Acho-a linda e engraçada...

Distraio-me com ela
E volto a ficar calma.

**********
Publicado no Recanto das Letras em 04/12/2008Código do texto: T1318893

Nenhum comentário: