Seguidores

sábado, dezembro 20, 2008

ALMA NUA


ALMA NUA
De: Ysolda Cabral


Minha nudez não é poderosa, Nuno.
É frágil e desprovida de auto defesa,
E se expõe de forma ingênua,
Quando pensa amar...

Ah, como ela tem se enganado,
Caro e generoso amigo!
E vestir sua roupagem de volta,
É complicado e bem difícil.
Nisto podes e deves acreditar!

A alma quando tira sua roupagem,
Em nome do amor e não em nome da morte,
Ao se vê amando sozinha,
Fica nua a vagar por caminhos perdidos.
Penando, chorando a sonhar...

Seja aqui, aí ou em qualquer lugar!
Não importa, pois a direção
Não mais existe.
Seus dias passam a ser,
Apenas tristes...

Todavia, quem sabe um dia,
Minha alma nua e cansada de vagar,
Não encontre uma nova roupagem,
Que me deixe visível e bem bonita
E me faça de novo amar?


**********

Publicada no Recanto das Letras

2 comentários:

Livinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Livinha disse...

Ame sempre.
Nunca deixe de amr,
se desnude, se mostre
estamos aí pra mostrar.
Todo sentimento quando
nobre
é feito pra viver
da forma como nos chega
sem nada a temer...
O amor é bálsamo
de prazer, de alegria
é bem destinado a vida
e feliz de quem o pode
desfrutar...
mesmo que ainda não venha
no outro despertar.
Ah se todo amor
fosse recíproco,
seria tão gostoso de provar
mas para amar
é preciso se doar
e nem todo mundo está disposto
a isto.
Cada um dar aquilo que tem
e se não houver amor
ninguém o dará a ninguém...



Saudades de você!
Bjss